Com as crescentes mudanças na economia mundial, os setores produtivos são forçados a tornar seus processos cada vez mais eficientes – dessa forma, é possível produzir em maior quantidade e no menor tempo e custo possíveis. Isso traz impacto para as construtoras e outras empresas do ramo, uma vez que estes setores estarão mais bem preparados para competir em um mercado consideravelmente exigente.

Uma das mais recentes alternativas para se adequar à nova realidade do setor é a terceirização na construção civil. Apesar de ser polêmica e não tão bem conhecida por todos, a prática tem se tornado cada vez mais comum.

O que é a Terceirização?

A prática da terceirização consiste na contratação de uma pessoa jurídica no lugar de pessoas físicas responsáveis pela execução de uma das etapas de uma empresa. Ou seja, ao invés de ter empregados próprios, as empresas contratam prestadores terceirizados e utilizam indiretamente seus funcionários, que geralmente são especializados em alguma etapa do processo produtivo em questão.

Anteriormente, essa prática tinha restrições relativas às etapas que poderiam ser terceirizadas, de acordo com a súmula 331 do Tribunal Superior do Trabalho. Poderiam ser terceirizadas apenas atividades-meio e, por período temporário, atividades-fim. No entanto, a partir de 2017, a lei 13.429/17 passou a permitir que a terceirização de qualquer uma das etapas.

  • Atividades-meio: são as atividades necessárias para se chegar ao produto final ao qual uma empresa se dedica.
  • Atividades-fim: são as atividades que fornecem o produto final diretamente.

Quais os benefícios da terceirização na construção civil?

A prática da terceirização pode apresentar diversos benefícios para empresas de construção civil, dentre os quais podemos citar:

1. Redução de custos

A terceirização permite a redução de custos, pois a necessidade de muitos gastos fixos é eliminada. Assim, a construtora não precisa arcar com itens como a manutenção de equipamentos, capacitação de profissionais e encargos sobre os funcionários. Todos esses custos são substituídos pelo contrato com a empresa terceirizada contratada.

Os contratos também já levam em consideração possíveis riscos ao longo da execução da obra, de forma que não haja nenhum gasto inesperado para a construtora contratando os serviços.

2. Previsibilidade da situação financeira da construtora

Diante do que foi exposto acima, pode-se notar que os serviços terceirizados mantém os custos quase sempre fixos ao longo da obra. Não existem custos adicionais em momentos eventuais de necessidade, como costuma acontecer nas relações tradicionais de trabalho. Possíveis riscos já ficam previstos no contrato inicial e, caso haja algum problema na execução, cabe à própria terceirizada resolver e arcar com os custos. Além disso, por se tratar de uma empresa especializada naquele tipo de serviço, as chances de que algum erro ocorra são menores.

Dessa forma, a terceirização na construção faz com que os gastos se tornem mais previsíveis, a  situação financeira da construtora se mantém mais estável e há mais segurança para a realização de outros investimentos imobiliários.

3. Foco na atividade-fim

A atividade-fim de uma empresa é a atividade principal dela, ou seja, é o que ela está buscando oferecer para o mercado no final de todas as etapas. Com a terceirização na construção, torna-se mais fácil a empresa concentrar seus esforços e sua energia na execução da obra em si. Ao fornecer mais atenção para ela, a chance de que ocorra alguma falha se torna menor e a qualidade é mais garantida.

A terceirização é feita geralmente na atividade-meio – aquela que é necessária para se alcançar a atividade-fim, mas não é o foco da empresa. Por exemplo, a construtora é responsável pela execução da obra de um edifício, porém existem outras etapas necessárias para que ela seja possível. O dimensionamento das instalações elétricas e hidrossanitárias é necessário para a construção, embora não esteja incluído diretamente nela.

Nesse caso, a construtora teria a opção de terceirizar os projetos elétrico e hidrossanitário para uma empresa especializada nestes serviços. Assim, ela poderia se concentrar em sua atividade-fim – que seria fornecer os insumos necessários para construir o edifício, como operários, máquinas, equipamentos e tecnologia construtiva.

4. Maior qualidade nas etapas da construção

Ainda seguindo o exemplo anterior, pode-se perceber que a construtora conseguirá se concentrar mais facilmente em pessoas especializadas relacionadas com sua atividade-fim. No entanto, é importante lembrar que as atividades-meio terceirizadas também contarão com profissionais especializadas. Isso acontece porque a atividade-meio da empresa contratante pode ser a atividade-fim da empresa contratada. No exemplo da construtora, a empresa responsável pelo dimensionamento das instalações teria esse serviço como seu objetivo final. Logo, todas as empresas envolvidas estariam concentradas em realizar e aperfeiçoar apenas a sua atividade-fim.

Dessa forma, a terceirização na construção garante uma melhor qualidade nos serviços de uma maneira geral. A construtora poderá se especializar na execução da obra, enquanto a terceirizada irá focar apenas no realização de atividades específicas. Com profissionais qualificados para os serviços, todas as etapas do processo construtivo saem favorecidas.

Adicionalmente, é possível citar como os serviços oferecidos pela construtora podem ser restritos. Caso o cliente queira algo mais completo, é possível terceirizar novos serviços, a fim de atender às necessidades.

Por exemplo, se um cliente deseja construir sua casa em um terreno vazio, ele irá precisar do projeto completo de plantas arquitetônicas, projeto estrutural, orçamento e os responsáveis pela construção de fato. Levando em consideração que são muitas etapas e de naturezas muito diferentes, é normal pensar que poucas empresas ofereceriam todos os serviços de forma completa. Com a terceirização, é possível unir todas as atividades e resolver o problema do cliente de uma só vez.

5. Facilidade de expansão da empresa

Quando se deseja expandir um negócio, é necessário pensar em todas as burocracias envolvidas e a infraestrutura exigida para suportar a produção em maior escala. Com a terceirização na construção, isso se torna mais fácil, pois ela reduz os gastos e traz maior previsibilidade para a situação financeira da construtora.

Isso também contribui para a possibilidade de uma expansão organizada, pois reduz as chances de dificuldades no momento de transição. Se a construtora quer realizar mais obras, por exemplo, haveria a necessidade de fazer um acompanhamento mais próximo de todas elas, o que demandaria mais funcionários. Ao optar por terceirizar parte do seu serviço, ela pode direcionar profissionais para as novas atividades que surgem.

Dessa forma, é possível perceber que a terceirização na construção traz muitos benefícios. Além de reduzir os custos, ela também melhora a qualidade do serviço entregue e permite uma expansão mais fácil das atividades da empresa.